terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Ir Para Fora Cá Dentro

Neste fim de semana que passou decidi fazer uso do lema "vá para fora cá dentro" e rumei até à cidade de Lagos, no Algarve. Foi a primeira vez que visitei a cidade, de modos que aproveitei para conhecer também os arredores desta zona do barlavento algarvio. Apesar do vento que se fazia sentir gostei de ter estado na Ponta de Sagres e no Cabo de S. Vicente. Quanto à cidade, não achei nada de extraordinário, é mais uma de entre outras tantas que vive de e para o turismo e mais uma vez tive a sensação que estava num país estrangeiro, pois a língua dominante era o inglês. E já que falo da língua inglesa, é triste eu ter constatado que para ser bem recebido no sul do meu país e ser tratado com simpatia, tenho de falar, precisamente, inglês. Fui jantar fora com a minha esposa e no restaurante haviam vários clientes estrangeiros. A forma como fomos atendidos e olhados foi totalmente diferente da forma como foram atendidos os clientes estrangeiros. Infelizmente é triste e isto leva-me cada vez mais a não gostar do "povinho" português, essa gentinha pequena que acha que tem o rei na barriga mas que nunca saíram da aldeia e pouco mais conhecem que o perímetro do seu concelho. Essa gente que tem a mania que falam inglês mas que fazem uma figura ainda mais ridícula que o Zezé Camarinha. O jantar também não foi nada de especial, diga-se de passagem, não fiquei satisfeito, mas paguei e não dei gorjeta, pois achei que o atendimento não a justificava. Para a próxima já sei, faço-me passar por estrangeiro e sou bem atendido de certeza. E para tornar o fim-de-semana um pouco pior apareceu a chuva que resolveu estragar tudo. Nem uma ida à praia, um passeio à beira mar tivemos oportunidade de dar. Mas mais e melhores dias virão...

3 comentários:

Nuno Soares disse...

Estou complétamente de acordo contigo. No ano passado tambem fui fazer uma pequena visita ao sul do nossa maravilhoso pais com a minha namorada e um amigos meus Italianos que noram na Suiça, e fiquei mesmo muito desagradado da forma que fomos recevidos... e mesmo os meus amigos ficaram espantados... Fomos comer uma sandes num pequeno bar e as pessoas que estavam a servir o balcao nem Portugues falvam...

Gostei muito mais da costa alentejana onde fomos muito bem recevidos, que da costa algarvia. Ainda por cima a nivel beleza, a meu gosto, o Algarve so tem que ter imbeja do Alenteijo. So espero que os dollars et os Pounds nao façam virar as cabeças dos nossos amigos alentejanos.

Ainda por cima acho mesmo que o governo nao deveria delivrar patentes para pessoas que nao falam a lingua national... a lingua de Camoes...

(Pesso desculpa pelos erros mas cada vez pratico menos o portugues...)

Nuno Soares disse...

Se quiseres podes meter tambem o link para a minha pagina pessoal

http://nunoetisa.spaces.live.com/

eu mesma! disse...

Infelizmente tenho de concordar contigo!
Já passamos várias vezes pelo mesmo, inclusivamente quando no mês passado fomos a Braga! Aconteceu-nos o mesmo e pk? Porque falavamos português, onde no restaurante só havia : Italianos, Espanhóis, franceses e uns poucos ingleses!
Já conhecia o local, inclusivamente já passamos lá trÊs vezes e gosto muito de fazer o trajecto por aquele lado,quando regressamos, e fazemos porque adoro a costa vicentina!
Ora ai está um bom passeio para vocÊs fazerem.... Vila nova de Santo andré, porto covo e ilha do pessegueiro... lindissimo. bj