sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Das Férias.

Há alturas na vida em que a ideia de enterrar a cabeça na areia, como faz a avestruz, é bastante tentadora. O objectivo seria esquecer alguns percalços menos bons que vão acontecendo. Estou de férias e não fosse o calendário um óptimo conselheiro e eu não saberia se estava em Abril ou em Agosto. As nuvens andam por aí a ameaçar, as noites estão frias como tudo e para variar até já choveu. Ainda não fui à praia este ano, talvez seja isso que também esteja a fazer falta, mas o que eu queria mesmo era sair daqui, desta terra, deste país, viajar para bem longe, para um destino ainda desconhecido, com clima ameno e o mar por perto.
Com este clima instável acabei mesmo por me constipar, não, não é gripe A, mas não deixa de ser desconfortável estar constipado em pleno mês de Agosto. Como estou por casa, decidi começar com algumas remodelações que já vinham a arrastar-se há largos meses, como limpezas e pintura de paredes. O resultado não foi o esperado, mas acho que isto terá também a ver com o meu estado adoentado. Só sei que tenho a casa virada do avesso, não tenho tido tempo nem para me coçar, daí a ausência do blog, e não sei para onde me virar nem como voltar a meter esta casa decente e arrumada. Eu acredito que melhores dias virão.
Os fins-de-semana vão ser passados na "terra". Gosto de lá ir nos meses de Verão, pois é quando os meus familiares, emigrantes, estão de regresso à parvalheira deste país. Mas o que interessa é que todos os minutos que passo com eles servem para matar as saudades acumuladas ao longo de quase um ano. E serve também para estar com os amigos de infância que por lá foram ficando ou que, como eu, também por lá andam nestas alturas.
E é isto, espero voltar à normalidade muito em breve, vou ver se ainda vou a tempo de aproveitar as férias, quanto mais não seja para colocar a leitura em dia e ver uns filmes e séries que estão ali na prateleira à espera para serem vistos.

3 comentários:

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Isso sao ferias, ir à terra, rever amigos e familiares, etc..

quanto aos trabalhos caseiros... at least you've tried ;)

ab

Mifá disse...

Eu que até tenho uma imaginação fértil, custa-me imaginar a vossa casa com uma jarra fora do sítio, qt mais de pantanas!

C.Cruz disse...

Mifas:
Acredita que a casa está completamente do avesso. Acampámos na sala e tudo, tipo tu quando cá vens! Isto porque no quarto não se respira com o cheiro a tinta.