domingo, 31 de maio de 2009

Os Gritos de Michelle

Michelle Larcher de Brito é a melhor tenista portuguesa e competiu neste fim-de-semana no Roland Garros com a francesa Aravane Rezai, acabando por ser derrotada. Caso tivesse triunfado seria a tenista mais nova (16 anos) a alcançar a quarta ronda de uma Grand Slam desde 2005. Tem uma particularidade que a caracteriza, os seus inconfundíveis gritos. Não se trata de gritos de desilusão por ter perdido ou gritos de dor quando, sem se aperceber, apanha com uma bolada da adversária. Estes gritos, segundo ela, saem-lhe naturalmente durante os jogos, quando é a sua vez de servir. E são tão peculiares que acabaram mesmo por incomodar a tenista francesa que foi fazer queixa de Michelle ao árbitro. Aravane, armada em queixinhas, pediu ao árbitro para impedir a portuguesa de "gritar tão alto como se tivesse em muito sofrimento", porque isso a incomodava. Michelle não foi em cantigas e defendeu-se dizendo que "Já joguei cinco vezes aqui e ninguém se queixou. Alguém alguma vez mandou calar a Sharapova?"(...)"Não posso fazer nada. Gritar é algo que me sai naturalmente. Sempre o fiz, desde pequena". Feita a defesa, desata a gritar que nem uma maluca, mas nem os gritos lhe valeram a vitória. Vale a pena conferir aqui os gritos de Michelle .
[em www.tsf.sapo.pt]

2 comentários:

Maldonado disse...

Bem, a miúda grita que se farta! :-o
Já tinha ouvido falar dos famosos gritos, mas foi aqui que os ouvi pela primeira vez.
Se ela já se iniciou no sexo, faço ideia a algazarra... :))

C.Cruz disse...

Maldonado:
Eu ouvi os gritos dela pela primeira vez na TV, pois isto foi noticia todo o fim-de-semana. Sei que existem outras tenistas com este "tique", como as manas Williams ou mesmo a Sharapova, mas isto aqui é demais, parece que ela está ali a sofrer com dores.
;