quarta-feira, 8 de julho de 2009

CR9

Não sendo eu um adepto ferrenho do "desporto-rei" que é o futebol, não consigo compreender todo este exagero de mediatismo à volta da figura de Cristiano Ronaldo. Desculpem-me os fãs de Ronaldo, bem como os adeptos do Real Madrid, mas não estará a ser exagerada, talvez até doentia a forma como está a ser vivida a transferência do "craque" para aquele clube de Madrid? Senão vejamos, na passada segunda-feira, dia em que se comemorou essa mesma transferência, cerca de 85 mil pessoas estiveram presentes no estádio Santiago Barnabéu, um record, dizem. Até aqui tudo bem. Mas a forma como foi feita cobertura a este evento por parte dos média portugueses roçou o exagero. Nesse dia não houve despedimentos em Portugal, não houveram fábricas a fechar, não houve gripe A, nem tão pouco se falou das temperaturas instáveis para esta altura do ano. Cerca de metade, senão mesmo dois terços dos telejornais foram dedicados a Cristiano Ronaldo, então apelidado de "o rei de Madrid". Mas que porcaria de país é este que dá tanta importância a um fenómeno destes?!
Aparte o talento de Ronaldo que, segundo os entendidos, sabe dar uns pontapés na bola e isso eu não discuto, e já que ele nasceu com esse talento, acho muito bem que dele obtenha todos os frutos. Mas não estará a ser dada demasiada importância à sua pessoa? Não estarão a ser criadas demasiadas expectativas em relação ao antigo CR7 do Manchester United, agora CR9 do Real Madrid? Muitos outros portugueses houveram que de outras formas se destacaram lá fora e deram reconhecimento ao nosso país além fronteiras. Mas não me lembro de ser dada tanta importância a esses factos como está a ser dada a Cristiano Ronaldo.
Segundo ele, o seu sonho de criança está a ser concretizado. Pois, eu se fosse bom a jogar a bola e tivesse um clube que me oferecesse milhões, também iria ter esse sonho de criança. É só até aparecer outro clube que lhe pague mais ainda. Só espero que ele tenha um futuro brilhante e que use e abuse do seu talento para não desiludir os fãs que o seguem e que acreditam nele, quase como um Deus, quase a roçar o doentio.

2 comentários:

Maldonado disse...

Compartilho da tua opinião.
O CR parecia que era o Obama do futebol. Francamente!
Resta-me saber se no meio de tantas estrelas ele vai conseguir mostrar o que vale...

C.Cruz disse...

Maldonado:
A ver vamos se de facto esta transferência milionária irá ou não valer a pena. Gostei da comparação, o Obama do futebol, mioto bom! ;)